XBOX ONE EM MÃOS! – PRIMEIRAS IMPRESSÕES

Hoje faz exatamente 15 dias que estou com meu Xbox One, e resolvi relatar minha experiência com este console da nova geração!

1479577_768352583190993_1048923357_n

Ao ligar o console pela primeira vez, após as devidas configurações de idioma e de conexão de internet, surge um aviso de atualização, que é obrigatória para que o console tenha plena funcionalidade. Me parece que foram cerca de 500 MB. Deixei o console baixando e fui resolver algumas coisas. Ao retornar, já havia terminado, e seguimos para a tela de início da nova Dashboard. Antes disso, porém, o console exibe um vídeo introdutório, mostrando cenas de jogos lançados junto com o console e aqueles que ainda estão por vir.

1499749_768353063190945_1870841254_n

1420541_768352686524316_298684088_n

1473905_768353423190909_1626435349_n

NOVA DASHBOARD E SISTEMA OPERACIONAL

A primeira impressão que temos é de estar olhando para o Windows 8 ou 8.1 na interface Metro. É tudo muito bonito. A cor padrão da “janelinha” é personalizável, muito bacana!

A navegação é rápida e precisa, a velocidade de algumas coisas dependerá de quão rápida é sua conexão com a Internet.

Ao contrário de interface do Xbox 360, que apresente diversas seções na tela principal, no Xbox One temos apenas 3 grupos: Marcações, onde você coloca “atalhos” para seus jogos/programas/menus favoritos; Início, onde ficam as opções principais, como jogar, ir para configurações, fixar programas, etc., bem como na parte de baixo da tela aparecem as coisas que você usou ou jogou recentemente; a terceira e última seção é a Loja, onde você tem acesso direto à Store de Games, Vídeos, Músicas e Apps.

xbox_one_dash_0

Porém, nem tudo ficou tão simples e rápido assim. Algumas coisas são bem “trabalhosas” de se fazer, pois o caminho acabou ficando longo. Tá certo que por comando de voz do Kinect é muito mais rápido fazer isso, mas isto é assunto para outro tópico.

Há outras falhas, como por exemplo, não é possível saber a quantidade de pilha/bateria que há disponível no uso do controle wireless. No Xbox 360 bastava apertar o botão Xbox (aquele redondo com um X grande) e aparecia o ícone apresentando a quantidade de energia disponível. Outra falha é que não é possível saber o valor ocupado e disponível do HD do console! Tá certo que com os poucos jogos de lançamento, não seria possível lotar o HD de 500 GB do console, mas é uma coisa básica que deveria estar lá!

Gostei desta nova Dashboad e do novo Sistema Operacional, pelo visto tem muito potencial! A função de “fixar” programas enquanto joga é muito bacana, e promete ser bem funcional (pelo menos para mim! rs). Estes dias, jogando Fifa 14, deixei fixado na lateral a programação da TV, estava “ouvindo” o programa Linha de Passe da ESPN Brasil.

962886_768352429857675_709541906_n

A impressão que eu tenho, é que se trata de uma versão inacabada ainda, com muitos ajustes a se fazer. A equipe da MS resolveu fazer algo diferente do que já existe no Xbox 360. Por um lado isso é muito bom, afinal, há potencialidade para melhorar muitas coisas, mas ao mesmo tempo foi algo arriscado. Havia pouco tempo disponível para criar algo deste tipo. A Dashboard e SO do Xbox 360 está em sua melhor forma, tudo muito prático e intuitivo, e o contraste com a do Xbox One é evidente. Existe uma nova curva de aprendizado para os gamers que já tem o Xbox 360.

Mas o futuro realmente é promissor, pois quem viu a primeira Dashboard do Xbox 360 e olha a que existe hoje, se surpreende com os avanços tanto na parte de design quanto nas funcionalidades, então esperamos uma bela melhoria com o decorrer do tempo.

1483746_768352316524353_1358062591_n

FUNÇÃO TV

Liguei meu receptor SKY HD Slim no console. Infelizmente ainda não temos a função One Guide e nem o controle da TV por voz (na versão americana isso já existe). Porém, gostei muito do que vi. Como eu demonstrei acima, costumo “ouvir” alguns programas. Então enquanto eu jogava FIFA 14, simplesmente falei “Xbox, Fixar TV”, e na lateral direita da tela apareceu o canal que estava ligado na Sky, a ESPN Brasil, e então pude acompanhar o programa enquanto eu jogava.

1474707_768352586524326_1508416073_n

Em outra ocasião eu jogava Killer Instinct, e se aproximava o horário de um programa que eu queria assistir, como se tratava de um programa de TV aberta, que nem sempre começa no horário certo (por causa das novelas etc.), então fiz o mesmo procedimento para poder acompanhar o que se passava no canal enquanto eu continuava a jogar.

Terminou a jogatina, quer assistir somente a TV, basta dizer “Xbox, Assistir TV”.

É tudo muito prático, e em breve teremos a função do One Guide, e o controle por voz das funções como alterar o volume da TV e mudar de canal.

 

KINECT

Testei a demo do jogo Kinect Rival, que traz uma partida de corrida de Jet Ski, onde você controla com gestos das mãos a direção e a velocidade dos corredores.

Me pareceu uma experiência muito melhor do que aquela que obtive com o Kinect do Xbox 360. Aqui as respostas aos movimentos foram quase que imediatas, enquanto que no Xbox 360 existia certo atraso.
961008_768352653190986_358460199_n

CONTROLE

A Microsoft melhorou o que já era excelente. O controle se tornou muito mais ergonômico, o direcional digital finalmente foi modificado, ficando parecido com aquele usado no Super Nintendo rs. Ficou ótimo!

A Microsoft optou por deixar o controle com alimentação por pilhas AA. Desde o Xbox 360 escolhi por usar pilhas recarregáveis, então pra mim não teve problema algum. É impressionante a economia do novo controle, ainda estou usando o primeiro par de pilhas desde que chegou o console.

1481991_768352709857647_1161230752_n

Se não quiser usar pilhas, pode usar qualquer cabo micro USB e conectá-lo no próprio console, que automaticamente ele se torna um controle com fio.

De início estranhei um pouco os botões LB e RB, mas depois de poucos minutos de jogatina acabei por me acostumar. Essa estranhamento se dá por causa da diferença de empunhadura que se tem do controle do XBO x X360.

Mas maior novidade fica por conta dos gatilhos, que agora possuem sistema de vibração independentes (além daquela tradicional, no controle inteiro), fazendo com que a imersão nos jogos se torne impressionante. No jogo Forza 5 por exemplo, eles respondem conforme a aceleração (RT) e a frenagem (LT). É algo incrível!

 

HEADSET

Acompanha o console um headset padrão. A qualidade do áudio é muito boa, o fone é confortável, e a haste do microfone é flexível, permitindo um melhor ajuste.

O headset é plugado na parte inferior do controle. Ele traz uma espécie de controle, com botões que permites aumentar ou diminuir o volume, e também deixar o microfone mudo.

 1473785_768353076524277_1036898919_n

COMANDOS DE VOZ

O que realmente impressiona no uso do Kinect são os comandos de voz para controlar e configurar o console. por exemplo, para ir para um jogo ou programa, basta dizer “Xbox, Vá para NOME DO JOGO OU APP”. E para voltar para o início, diga “Xbox, Vá para o Início”.

Ele aceita os comandos em português, e quase sempre de forma satisfatória. Algumas vezes o negócio fica chato, porque é preciso repetir algumas vezes até que o console aceite o comando. Isto ocorre muito quando estamos os comandos em Português. Quando o console está configurado para uso do Inglês, e usamos este no comando por voz, me parece que a taxa de sucesso é maior. Esperarmos que a MS Brasil corrija isso para melhorar a experiência.

APLICATIVOS

Aqui estão presentes praticamente todos os aplicativos que já existiam no Xbox 360, como Netflix, Crackle, Xbox Vídeos, Xbox Music, Twitch, com muitos deles podendo rodar “fixados”, ou seja, na lateral da tela, enquanto faz outra coisa.

Com certeza a melhor novidade é o Skype. Assim, por meio do Xbox One é possível manter contato com seus amigos do Skype, seja em conversa por textos, por vídeo (utilizando o Kinect), ou só por áudio.

Pins_US_Multiple 3P

GRAVAÇÃO DE VÍDEOS

O Xbox One disponibiliza funções de gravação de jogos. A primeira e mais simples delas, é a por voz, basta dizer “Xbox, Grave este jogo”, assim, os 30 segundos anteriores ao comando serão automaticamente armazenados. Utilizei algumas vezes ao fazer gols no FIFA 14.

A outra forma se apresenta em forma de app, é o DVR de Jogos. O Xbox automaticamente grava os últimos 5 minutos de jogatina, e através do DVR você pode escolher a quantidade de tempo que quer usar destes 5 minutos ou ainda pode iniciar uma gravação e terminar quando desejar.

Os vídeos gravados podem ser editados pelo app Upload Studio, podendo colocar até mesmo narração, e um “quadrinho” em baixo com outro vídeo (gravado pelo Kinect) em que aparece o jogador.

Estes vídeos podem sem publicados no perfil do jogador na Live, mas também é possível salvá-los no SkyDrive (serviço de armazenagem em nuvem da Microsoft), e de lá você pode baixar para seu PC e utilizar softwares de edição para posterior publicação.

 xboxone-gamedvr

JOGOS

Deixarei para falar sobre os jogos de modo individual, de modo que posso comentar e passar minhas impressões sobre eles de forma mais adequada.

Xbox-One-games