Street Fighter V será mais acessível segundo a Capcom

A Capcom quer atrair uma audiência mais jovem para Street Fighter V, tornando-o assim um jogo mais acessível, ao publico em geral. A medida veio através de estudos do marketing da empresa, que por sua vez cravou que um Super Street Fighter V ou Ultra Street Fighter V não seria legal para os gamers, e muito menos para a marca.

Street-Fighter-V-Capcom-Ryu-Chun-Li-Game-Squad-Oficial

A companhia nipônica vai transformar não só o gameplay em mais acessível, como também quer tornar o reconhecimento da marca mais forte no mercado mundial de games.

Quem confirma isso é Brian Ayers em uma entrevista à MCV, o gestor da Capcom, quer apenas um lançamento por ano de seu mais famoso game de luta.

“Não vai existir Super Street Fighter V ou Ultra Street Fighter V. Será apenas um lançamento, que o tornará mais acessível, uma vez que as pessoas não vão questionar qual a versão que têm de comprar”, disse Ayers.

O gestor acrescentou ainda que os gamers irão perceber com mais rapidez qual o lutador que encaixa melhor com a sua maneira de jogar.

“As ambições para com Street Fighter V passam a se tornar mais acessíveis novamente, para isso fizemos de tudo para que o personagem se pareça o mais individual possível e sendo assim possamos criar mais oportunidade para as pessoas encontrarem o competidor certo, aquele que se encaixe com o jogo delas.”

Street Fighter V recebeu sua data de lançamento oficial na Paris Games Week, e chega ao mundo no 16 de fevereiro de 2016 para o PlayStation 4 e PC

– Leia mais sobre Street Fighter V

Siga o Game Squad nas Redes Sociais:

http://www.facebook.com/superbitworld Facebook
https://www.twitter.com/sbwyuri Twitter
https://plus.google.com/111045897833203964475 Google+
Uiconstock-Socialmedia-InstagramUiconstock-Socialmedia-InstagramInstagram_logo-2Instagram