Pokémon: The Origin, o anime que te faz voltar a querer jogar novamente!

Nostalgia Obrigatória!

9.5

Quase Perfeito

Pokémon: The Origin foi ao ar no Japão no dia 2 de outubro desse ano, em celebração aos 17 anos de Pokémon!

NIRWeOH

A homenagem ficou por conta dos jogos que justamente deram o status a que Pokémon é hoje, as versões Vermelha e Verde (Vermelha e Azul, no ocidente), lançadas por lá em 1996. O especial que conta a história de Red e seu Charmander no continente de Kanto. Uma aventura certamente nostálgica, que muitos de nós já vivemos! \o/ Preparem-se, pois a partir de agora, alguns trechos poderão ter SPOILER. Se continuar, fica por sua conte e risco!

pokemon-origins-690x388

Bem diferente do anime que todos nós conhecemos, estrelada por um Ash Ketchum CHATO PRA CARALHO, e que já está em sua 15ª Temporada no Japão, este especial se aproxima muito fielmente daquelas versões originais. A aproximação é tão próxima que você vai realmente sentir que está jogando tudo aquilo novamente.

O anime foi divido em 4 partes que tentam contar toda a experiencia do game em busca dos 150 pokémons originais. Como protagonista, Red já é melhor que Ash, começando com uma característica de ingenuidade e de imaturidade, e que através do tempo vai amadurecendo e é claro, se torna um herói! Em seu rival notamos uma grande diferença. Green, neto do Professor Carvalho, é infinitamente melhor que Gary. Green é convencido, babaca, mas não chega a ser má pessoa e nos passa que realmente entende muito de Pokémon, inicialmente muito superior a Red, bem diferente do game original, onde é um cara que sempre aparece para te atrapalhar, um merdinha total!

Pokemon-Origin-Anime-Announce

Pokemon-Origins-630x354

Agora, quando o assunto é nostalgia, prepare-se pois nesse especial é o que mais tem! Alguns personagens como o Professor tem uma passagem bem discreta. Brock tem uma participação digamos que  importante na primeira parte do anime, sendo quase um sensei para Red. Tudo bem que achei meio diferente do game, pois, se não me lembro, ele era meio arrogante!! O único ponto negativo, é que infelizmente não temos nenhuma participação da Misty, só aparecendo em uma breve montagem no início da segunda parte.

pokemon-origin-3

Outra sacada foda foi a  trilha sonora, totalmente original, lembrando a sonoridade do Game Boy, dando um acabamento perfeito para o especial. O que achei interessante foi os sons “estranhos” que os Pokémons emitem. São sons de animais e não a repetição dos próprios nomes, como foi sempre colocado no anime clássico. Na abertura e no fim de cada parte, as caixas de diálogo se abrem, similares as de quando se iniciava o jogo e as mesmas caixas aparecem ao longo das montagens que mostram a passagem de tempo entre cada parte. PQP.. isso é muito legal! 🙂

pokemonorigin3

Em Pokémon: The Origin, tudo é tão próximo do jogo, com tantas referências pulando na sua cara, desde frases (“It’s not very effective…”) , o discurso inicial do Professor no início do game (e do especial) , a luta do Gengar com o Nidorino na televisão, remetendo à abertura clássica.

Nostalgia a parte, cada uma das quatro partes é focada em um ponto marcante dos jogos originais. A primeira é sobre o início de tudo, as primeiras batalhas, os primeiros Pokémons, e é claro, no encontro com Brock. Já na segunda parte, o foco é na cidade de Lavander Town, na Torre Pokémon e no fantasma da mamãe Marowak. A terceira mostra os encontros de Red com o Giovanni, o líder da Equipe Rocket e oor fim, a  quarta encerra com a Elite dos Quatro e o encontro com o Mewtwo, cobrindo assim, toda a história.

maxresdefault

tv1

origins3

Para finalizar, Pokémon: The Origin é nostalgia pura e é obrigatório para todos aqueles, como eu, gastaram várias horas, dias naquela telinha escura do Game Boy.


tumblr_mu2bvyPJMQ1qcw656o1_500
Até a próxima! :p