Os jogadores revelações do Campeonato Brasileiro de League of Legends

No primeiro semestre do ano, no período de 20 de janeiro a 14 de abril, ocorreu a primeira fase do Campeonato Brasileiro de League of Legends , mais conhecido como CBLOL.

Foi a sétima temporada do campeonato. Além do prêmio em dinheiro que é conquistado pelo vencedor, há também a vaga direta à fase de entrada para a Mid-Season Invitional a qual é realizada na Europa, se caso passar, segue para a segunda fase que é o Campeonato Mundial de League of Legends que acontece na Coréia do Sul.
Conforme desde 2015, o campeonato é dividido em duas fases, uma de todos contra todos em série de duas partidas e outra fase eliminatória com séries melhor de cinco.

Fonte: Geek Publicitário

Entre os jogadores de E-sports, no Brasil, podemos dizer que os jogadores de LoL são os mais conhecidos, mais que os de PUBG, já que o jogo ainda mantém uma legião de fãs fiéis e ativos em seus servidores. Inclusive, por termos o famoso campeonato brasileiro de League of Legends, o famoso CBLOL.

E nesse último CBLOL, que teve um público maior que o campeonato de CS:GO, tivemos jogadores que realmente foram revelação em seus times, além de serem novos como titulares fizeram um ótimo trabalho em suas equipes. Agora que já conhece a escalação de cada time que participou do Campeonato Brasileiro de League of Legends, separamos alguns jogadores novatos que se destacaram durante essa temporada brasileira de League of Legends. Façam suas apostas e tentem adivinhar quem está na nossa lista de revelações antes de ler.

1. Bydeki
Vinicius “Bydeki” Hideki é um guarujaense que está atuando na CNB e-Sports Club como Bot Laner. Bydeki tem apenas um jogo como titular da equipe o qual ele perdeu.

2. Anyyy
Ruan “Anyyy” Silva joga pela RPG que entrou na segunda fase do campeonato como mid laner e tem sido muito notado pelo seu desempenho em jogo, inclusive foi premiado por todo o seu trabalho mesmo ainda tendo uma carreira ainda tão jovem como jogador profissional.

3. Cariok
Marcos “Cariok” Santos de Oliveira Junior de 18 anos, também pertence a equipe RPG, ele joga como jungler e também tem sido destaque devido aos resultados que tem conquistado com tão pouco tempo como jogador profissional.

4. Lynkez
O mid laner da ProGaming Esports de 19 anos, Leonardo “Lynkez” Cassuci, teve sua primeira participação como profissional no Campeonato Brasileiro de League of Legends.

5. Hy0g4
Benjamin “Hy0g4” de Barbi é o jungler da CNB Club que estreou ao lado de Bydeki, inclusive no mesmo jogo contra Vivo Keyd. Ele é um dos grandes destaques do cenário de e-sports

Um pouco de história:

O Campeonato Brasileiro de League of Legends, o CbLoL, é organizado desde 2012, mas foi só em 2014 que foi realizado o primeiro em forma de liga, que veio a ser a Série dos Campeões, e também foi inaugurado a Final Regional Brasileira.

Inicialmente com formato que beirava ao amadorismo, ele veio porque o servidor oficial de League of Legends no Brasil chegou em julho de 2012, só que já havia uma comunidade bastante significativa de jogadores. Com o lançamento oficial, a Riot Games comunicou que haveria um campeonato, e que o time campeão levaria 25 mil dólares em uma partida cuja grande final foi no evento Brasil Game Show. O vencedor foi o vTi Ignis, vencendo a Nox por 2 a 0.

Desde esta data, o CBLoL passou a ter um estilo cada vez mais profissional ao longo do anos, e a partir de 2014 adotaram dois splits, com cada um disputado na primeira fase no formato de “todos contra todos” e o posterior “mata-mata” até chegar a grande final.

No ano seguinte foi adotado o formato de liga com membros estáveis, sujeitos a rebaixamento ou promoção, e também foi no mesmo ano que as partidas passaram a ser realizadas nos estúdios da Riot em São Paulo.

Apenas a Grande Final é realizada com a presença de plateias, em arenas como o Allizanz Parque, e com participação de narradores, comentaristas, e pessoas ligadas ao universo e-Sport. Nos últimos anos, o canal a cabo, SporTV, também cobre o evento.

Ao longo da história do CBLoL, o maior vencedor foi a INTZ e-Sports, conquistando quatro títulos: o primeiro em 2015, dois em 2016 e um em 2017. Dos times participantes desta temporada da primeira fase e segunda fase, nós tivemos as seguintes equipes com os seus respectivos integrantes:

INTZ e-sports
Técnico – Lucas “Maestro” Pierre
Topo – Marcelo “Ayel” Mello
Selva – Diogo “Shini” Rogê
Meio – Bruno “Envy” Farias
Atirador – Luis “Absolut” Carvalho
Suporte – Pedro “Ziriguidun” Vilarinho
Reserva(s): Luan “sNk” Almeida e Arthur “Tchubs” Figueira

CNB
Técnico – Gabriel “Loreviz” Loureiro
Topo – Leonardo “Robo” Alves
Selva – Leonardo “Erasus” Faria e Benjamim “Hy0g4” De Barbi
Meio – Rafael “Rakin” Knittel
Atirador – Pablo “pbO” Bellini
Suporte – Willyam “Wos” Bonpam
Reservas(s): Gustavo “Baiano” Gomes e Gabriel “Turtle” Peixoto

Vivo Keyd
Técnico – Alexander “Abaxial” Haibel
Topo – Felipe “Yang” Zhao
Selva – Gabriel “Revolta” Henud
Meio -Gabriel “tockers” Claumann
Atirador – Micael “micaO” Rodrigues
Suporte – Luan “Jockster” Cardoso
Reservas(s) – Felipe “Kaneca” Kanecadan e Jorge “Verfix” Silveira

Pain Gaming
Técnico – César “jUc” Barbosa
Topo – Murilo “takeshi” Alves
Selva – Rodrigo “Tay” Panisa
Meio – Thiago “tinowns” Sartori
Atirador – Pedro “Matsukaze” Gama
Suporte – Caio “Loop” Almeida
Reservas(s) – Fabio “Venon” Guimarães e Mônica “Riyuuka” Arruda

KaBuM! e-Sports
Técnico – Jean “Nuddle” Caron
Topo – Lucas “Zantins” Zanqueta
Selva – Filipe “Ranger” Brombilla
Meio -Matheus “dyNquedo” Rossini
Atirador – Alexandre “Titan” Lima
Suporte – Marcelo “Riyev” Carrara
Reservas(s) – Henrique “KZ” Monteiro, Matheus “Freire” Freire e Guilherme “Atlanta” Matos

ProGaming e-Sports
Técnico – Thiago “Djoko” Maia
Topo – Mateus “SkyBart” Neves
Selva – Gustavo “Minerva” Alves
Meio -Leonardo “Lynkez” Cassuci
Atirador – Lucas “LUSKKA” Rentechen
Suporte – Matheus “Professor” Leirião
Reservas(s) – Natan “fNb” Braz e Emerson “BocaJR” de Alencar

RED Canids Corinthians
Técnico – Lee “icarus” In-cheol
Topo -Pedro “LEP” Marcari
Selva – Park “Winged” Tae-jin
Meio – Kim”Sky” Ha-neul
Atirador – Gustavo “Sacy” Rossi
Suporte – Victor “Cabu” Rangel
Reservas(s) – Carlos “Nappon” Rücker, Francisco “Xico” Antunes e Hugo “Dioud” Padioleau

Team oNe e-Sports
Técnico – Vinícius “Neki” Ghilardi
Topo – Álvaro “VVvert” Martins
Selva – Alanderson “4LaN” Meireles
Meio – Bruno “Brucer” Pereira
Atirador – Han “Lactea” Gihyun
Suporte – Ygor “RedBert” Freitas
Reservas(s) – João “Marf” Piola, Victor “Steal1” Ruiz e Gabriel “Jojo” Dzelme

RPG
Técnico – Erick “Erickão” Cardoso
Topo – Gustavo “Name” Rodrigues
Selva – Marcos “Cariok” Oliveira
Meio – Ruan “Anyyy” Silva
Atirador – Matheus “Sarkis” Guimarães
Suporte – Yan “Damage” Sales
Reservas(s) – Victor “Cabu” Rangel e Mateus “Fitz” Causes

Flamengo eSports
Técnico – Gabriel “MiT” Souza
Topo – Jin-cheol “Jisu” Park
Selva – Byeong-hoon “Shrimp” Lee
Meio – Bruno “Goku” Miyaguchi
Atirador – Felipe “brTT” Gonçalves
Suporte – Eidi “esA” Yanagimachi
Reservas(s) – Lucca “Regrets” Cortes e Raul “Bressan” Bressan