Especial | Games Antigos, Nostalgia e Saudades

Quem nunca gastou os trocados que sobravam na padaria ou no mercado nas antigas máquinas de fliperamas quando criança? Para os pais os ambientes de games nestas maquinas era sinônimo de bagunça e confusão. Mas para nós era tudo muito divertido. Sem falar que naquelas épocas não era todo mundo que poderia ter um console de mesa em casa, então os fliperamas era a forma mais acessível para quem não quisesse ficar fora do mundo dos games.

Mas porque ainda sentimos tanta saudades dos jogos antigos? Simplesmente porque era o melhor tipo de experiência dos games da época. Foi a nossa iniciação ao mundo dos games. Tenho a sensação de que não se fazem mais games como aqueles, visto que hoje em dia, tudo é muito voltado para aos gráficos poderosos, realidade virtual e sensores de movimento.

Mas você se lembra de como era divertido jogar Cadillacs e Dinossauros?, adentrar selvas combatendo inimigos e tomando cuidado para não acordar enormes dinossauros. Melhor ainda, dirigir um Cadillac no meio da selva atropelando os monstros pré-históricos. Pode até haver games mais legais na tecnologia de hoje em dia, mas jogar toda essa aventura no fliperama, com todos os seus amigos em volta era algo muito mais emocionante.

Nos dias de hoje os games de luta estão cada vez mais divertidos,ganharam novos lutares como os de Street Fighter V ou em Mortal Kombat X, mas quem não se lembra com certa alegria dos gritos de “Haduken” e “Shoryuken” de Ken e Ryu em Super Street Fighter II. Desafiar seus colegas depois da aula era algo normal para aquela geração que sabia apelar, usando Meia lua + Soco para soltar os poderes.

A experiência era ainda mais divertida com a torcida em volta, com amigos que ficavam acompanhando as batalhas. Hoje em dia, jogar na sala de casa não tem o mesmo efeito.

A verdade é que sempre haverá espaço para os velhos games do passado, e você que não chegou a viver essa época, pode até experimenta-los por meio dos muitos emuladores que existem, mas raramente sentirão a sensação de jogar em um bom e velho fliperama.

Se você, assim como eu, passou e fez parte dessa geração, sinta-se honrado, algo como o que vivemos, provavelmente, nunca mais voltará!